8.12.14

8 de Dezembro I EVELINA OLIVEIRA

artista. Evelina Oliveira
título. Jardim suspenso com gato à espreita

[peça. para venda // mais informação. janelaadentro@gmail.com]

 Desde que dei início a este projecto do Calendário do Advento, muitos têm sido os artistas e autores que têm partilhado as suas histórias através desta janela. Alguns regressam. É tão bom ter bons vizinhos à janela e vê-los regressar no ano a seguir. No entanto, embora alguns vizinhos regressem, procuro trazer rostos novos todos os anos. É tão bom partilhar histórias e trabalhos de gente que cria com paixão e é tão bom quando aceitam este desafio de habitar uma janela, espreitando-a com as peças que criam.

 Conhecia o trabalho da Evelina Oliveira mas nunca tinha falado com ela pessoalmente. Enviei o convite, aguardei e fiquei muito feliz por ter aceite de imediato. No dia combinado fui ao Porto. Fui ao estúdio da artista levantar a obra já que dias antes nos tínhamos desencontrado. Subi umas escadas e lá no alto já escutava um ron-ron. “Entra!”, disse. E eu entrei. Uma sala cheia de trabalhos e materiais e como já suspeitava havia por ali um gato também. Consegui vê-lo atrás de umas caixas. Abaixei-me. Estendi a mão e ele aproximou-se sem medos para cheirar. “Aqui tens a peça, espero que gostes!”, disse. Como não haveria de gostar? E eis mais um gato mas este de papel. O outro, o verdadeiro já se tinha afastado para o seu confortável lugar. 

 Hoje, que já tenho todas as peças à janela, é curioso ver os elementos que se repetem em linguagens plásticas diferentes. Elementos comuns que se ligam entre janelas. E sobre esta peça, intitulada, “Jardim suspenso com gato à espreita”, a artista escreveu: “Os brancos jardins suspensos eram habitados por pássaros cor-de-rosa… eram mensageiros de melancólicas histórias contadas através dos ventos e arrastadas pelo aconchego das folhas caídas. Das árvores e por entre os pálidos ramos secos partiam sopros musicais, sons inesquecíveis que encantavam quem os escutava. Mas neste jardim suspenso, pendurava-se um gato que era manipulador de sons. Este mudava todo o sentido das histórias trazidas pelas melodias dos pássaros cor-de-rosa… os seus “miados” eram profundos e ensurdecedores para os ouvidos dos mais sensíveis."

 Até dia 6 de janeiro por aqui estará o gato à espreita. E tal como outras obras dos artistas que participam neste Calendário do Advento, esta peça pode ser adquirida por ti. 

by vânia kosta


***

 Natural de Abrantes, vive e trabalha em Lisboa e no Porto. Frequência do Curos de Desenho na ESAP, Curso e Litografia, Workshops de gravira na Árvore - Cooperativa Actividades Artísticas, Workshops de Ilustração Analógica com manuela bacelar na Universidade do Porto, Workshop de Ilustração Digital na FBAUL e Curso de História da Ilustração na FBAUL. Certificado de Especialista em Ilustração Artística pelo ISEC. Mestre em Ilustração Artística pela Universidade de Évora /ISEC. Expõe regularente desde 1994 e ilsutrou até ao momento mais de 20 livros de diversos autores, nomeadamente, Alice Vieira, José Jorge Letria, Jorge Marcelo, Manuel António Pina e Mário Cláudio entre outros. Desde 2004 coopera em publicações e exposições organizadas pelas edições eterogemeas.


Sem comentários:

Publicar um comentário